Os efeitos do uso do analgésico

Um analgésico pode ser qualquer um de uma série de medicamentos, de medicamentos vendidos sem prescrição médica (OTC), como ibuprofeno para dor, naproxeno e aspirina, a medicamentos prescritos como:

  • Tramadol
  • Morfina
  • Opana
  • Hidrocodona.

Estes por sua vez, só podem ser ministrados com a retenção da receita.

Todos os analgésicos carregam riscos – mesmo os OTC – mas são os analgésicos narcóticos que acarretam o maior risco de dependência. Muitos dos antibióticos também podem causar algumas dependência se não utilizados corretamente, como é o caso da Amoxicilina, Azitromicina e muitos outros.

Isso porque quando esses medicamentos não são consumidos da maneira mais correta, é possível que você fique com o seu corpo não resistente e sem o sistema imunológico correto para conseguir aguentar a bactéria saindo do seu corpo de uma vez por todas. Por isso, se estiver fazendo o uso de antibióticos, procure fazer isso da maneira mais correta e até acabar a última pílula.

Consequentemente, analgésicos podem ser prejudiciais, especialmente quando tomados incorretamente. O abuso de analgésicos mata um número substancial de americanos a cada ano , e isso não conta com overdoses acidentais e catástrofes médicas. Dito isso, os americanos têm um caso de amor com analgésicos, e seu uso floresceu desde o início dos anos 90, à medida que mais pessoas conseguiam comprar essas drogas relativamente baratas.

Analgésicos narcóticos continuam a ser uma defesa de linha de frente contra a dor, e isso significa que eles são rotineiramente prescritos após grandes cirurgias. Além disso, porque muitos acreditam que o fato de o medicamento vir de um médico significa que é seguro e não viciante, aumenta o risco de dependência dessas drogas.

Veja todos os analgésicos usados no Brasil e conheça os efeitos de cada um. Mesmo quando prescrito por um médico, é preciso saber informações completas sobre o medicamento que você está consumindo. É importante saber os benefícios e como ele atua no organismo eliminando a dor, bem como é importante conhecer seus efeitos colaterais para se preparar para pontos negativos do analgésico. Só conhecendo os dois lados que podemos decidir tomar ou não tomar o medicamento.

Lembre-se de tomar remédios apenas quando for mesmo necessário, para evitar trazer efeitos colaterais. Tome com cautela para não ter  nenhum tipo de dependência e ao abusar dos comprimidos busque sempre ajuda médica. Jamais se automedique, o ato pode trazer vários riscos à saúde, ainda mais quando falamos de remédios que possuem efeitos mais nocivos ao corpo, como é o caso de antibióticos.